PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Venezuela quer proibir empresas de demitir funcionários

17.mar.2020 - Nicolás Maduro falando sobre o coronavírus à TV de Caracas - Presidência da Venezuela/Xinhua
17.mar.2020 - Nicolás Maduro falando sobre o coronavírus à TV de Caracas Imagem: Presidência da Venezuela/Xinhua

Do UOL, em São Paulo

23/03/2020 10h55

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou neste domingo que vai assinar um novo decreto que proíbe empresas de demitir seus funcionários até dezembro de 2020 em meio à pandemia do novo coronavírus.

Segundo informações da Reuters, o plano anunciado também prevê a suspensão do pagamento de aluguéis de comércios e cidadãos pelo prazo de seis meses.

"Nós temos a consciência e a decisão absoluta de proteger todos os empregos no país, proteger toda a operação de todas as empresas e negócios no país", disse Maduro. A proibição de demitir funcionários foi decretada em 2015 e tem sido prorrogada todos os anos desde então.

No entanto, o presidente venezuelano não anunciou medidas referente à cobrança de impostos, nem ofereceu incentivos fiscais às empresas.

Maduro também afirmou que dentro do plano de medidas o pagamento de crédito, empréstimos no país será suspenso por seis meses.

A Venezuela registrou 77 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Os voos nacionais e internacionais estão restritos, a população está em quarentena desde 16 de março e o país esta em estado de alerta desde a semana passada.

Coronavírus