PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: sobe para 92 o nº de mortos no Brasil; 3.417 casos confirmados

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, e os militares do Comando do Conjunto do Leste acompanham a higienização das plataformas da Central do Brasil, no centro do Rio de Janeiro - Estadão Conteúdo
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, e os militares do Comando do Conjunto do Leste acompanham a higienização das plataformas da Central do Brasil, no centro do Rio de Janeiro Imagem: Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

27/03/2020 16h33

O Ministério da Saúde anunciou hoje em seu site oficial que subiu para 92 o número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil —15 mortos em 24 horas.

No total, são 3.417 casos oficiais confirmados no país —aumento de 502 casos em um dia, segundo o Ministério da Saúde, e letalidade de 2,7%.

Os dados indicam 145 casos no Norte; 539 no Nordeste; 318 no Centro-Oeste; 1.952 no Sudeste; e 463 no Sul.

Já os estados que contabilizam vítimas fatais são: Amazonas (1); Ceará (3); Pernambuco (4); Rio de Janeiro (10); São Paulo (68); Goiás (1); Paraná (2); Santa Catarina (1); Rio Grande do Sul (2).

O número de pacientes internados caiu, informou o governo. Até as 17h de hoje, havia 264 pacientes internados. Entre esses pacientes, 148 estavam em leitos de UTI. Ontem, o número de pacientes internados foi de 399, sendo 194 em leitos de UTI.

1º mês pior que a Itália

O Brasil completou ontem 30 dias desde o primeiro caso de contaminação por coronavírus reportado no país — quando o país ainda contabilizava 77 mortes e quase 3 mil casos confirmados da doença.

Olhando friamente os números, eles podem indicar uma situação preocupante quando comparamos com outros países que agora são o foco da crise. Especialistas ouvidos pelo UOL, porém, dizem que fatores locais e metodologia diferentes inviabilizam esse tipo de análise, sendo impossível estimar como o país estará no futuro com base em outros casos.

O Brasil está repetindo a curva de contaminação de Espanha e Itália, dois países europeus que hoje se encontram em situação dramática. Em seus 30 primeiros dias após o primeiro caso, a Itália registrava apenas cerca de 1.700 casos e 21 mortes.

A Espanha, no mesmo período de tempo, tinha 45 casos e nenhuma morte. Acontece que essa comparação leva apenas em conta os casos oficialmente confirmados, ignorando a subnotificação que ocorre em todos os países, em menor ou maior grau.

Coronavírus