PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Por isolamento, Curitiba faz consultas médicas por vídeo

Ricardo Marajó/FAS/Divulgação
Imagem: Ricardo Marajó/FAS/Divulgação

Abinoan Santiago

Colaboração para o UOL, em Ponta Grossa

27/03/2020 21h06

Com o aumento de número de casos de covid-19 em Curitiba, os diagnósticos de novos casos suspeitos da infecção poderão ser realizados por meio de videoconferência entre médicos e pacientes. A cidade será a primeira no Brasil a utilizar a modalidade de consulta em razão da pandemia do novo coronavírus, informou hoje a prefeito Rafael Greca (DEM), em pronunciamento nas redes sociais.

A medida inicia amanhã e ocorre dois dias depois da aprovação na Câmara dos Deputados do projeto de lei que regulamenta a telemedicina no país. A matéria seguiu para o Senado, mas antes Conselho Federal de Medicina (CFM) já havia liberado a modalidade de consulta por vídeo em caráter emergencial por conta da pandemia.

A intenção, segundo a prefeitura de Curitiba, é fazer com que menos pessoas com suspeitas do covid-19 circulem nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Ao todo, segundo o boletim divulgado hoje pela Secretaria Municipal de Saúde, existem 71 casos confirmados do novo coronavírus. Ao todo, Paraná tem 125, sendo duas mortes, em Maringá, no Norte do estado.

Ricardo Marajó/FAS/Divulgação
Imagem: Ricardo Marajó/FAS/Divulgação

"Nossa intenção é manter as pessoas em casa. Grande parte dos casos serão leves e receberão atendimento domiciliar, mas que ainda precisam de uma orientação ou cuidado médico. Os profissionais terão uma câmera e um fone para ouvir e ver a pessoa. É um atendimento médico normal, mas por vídeo. Isso para casos leves, obviamente. Se o médico avaliar que a pessoa necessita da rede pública, ela será encaminhada", comentou a secretária, Márcia Huçulak.

Os atendimentos serão ofertados diariamente, das 8h às 23h, a partir de amanhã. Serão 24 consultórios de teleatendimentos disponíveis, com previsão de atingir 700 consultas ao dia.

Para ter acesso ao serviço, o paciente deve passar pela triagem médica, pelo telefone 3350-9000. Se houver a necessidade de o médico ver a pessoa por vídeo, um link será enviado via mensagem de celular para que a consulta ocorra por videoconferência.

"Vai começar amanhã esse atendimento. Você liga e se o profissional julgar que é caso de exame mais aprofundado, lhe enviará um SMS pelo celular. É só clicar que imediatamente abre o link para a teleconsulta. É parecido com o Aladim da lâmpada. Você esfrega e o gênio aparece. Neste caso, é o médico", comparou Greca.

Coronavírus