PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: vai para 114 número de mortos no Brasil; país tem 3.904 casos

25.mar.2020 - O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, concede entrevista coletiva sobre a evolução da covid-19 - DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO
25.mar.2020 - O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, concede entrevista coletiva sobre a evolução da covid-19 Imagem: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

28/03/2020 16h21

O número de mortos por coronavírus no Brasil subiu para 114, informou hoje o Ministério da Saúde. O país tem até a tarde deste sábado 3.904 casos oficiais de covid-19.

Desde ontem, foram registradas 22 novas mortes e 487 novos casos de covid-19. Só hoje, três pessoas morreram.

Ontem, 503 casos a mais haviam sido confirmados. Com isso, os dados de hoje representam o segundo maior acréscimo de casos confirmados de um dia para o outro desde que o Ministério da Saúde passou a contabilizar as infecções por covid-19.

O ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse hoje que informará a população caso contraia coronavírus. "Se eu testar positivo, pode ter certeza que eu vou vir aqui", afirmou, durante coletiva de imprensa, em Brasília.

Mandetta reforçou que governo federal, estados e municípios devem andar juntos para garantir que o sistema público de saúde dê conta de atender às vítimas da pandemia.

"O SUS é um bicho de três patas. Para planejar dentro do SUS você precisa da União, dos Estados e dos Municípios", disse. "Essas três patinhas têm que ir todas na mesma direção. Se uma pata vai para outro lado, começa a girar ou ir para o lado".

O ministro voltou a defender a quarentena e explicou que, além de evitar o contágio, o isolamento social evita que pessoas sobrecarreguem hospitais por outros motivos além da covid-19.

"Quando a gente manda parar, diminuem acidentes, diminuem traumas e aumentam leitos de UTI quando precisarmos. Diminuem politraumatizados na UTI e aumenta espaço para os internados por viroses. Ou seja, mais um benefício quando a gente manda parar, além de diminuir a transmissão".

Errata: o texto foi atualizado
O número de casos de covid-19 até este sábado no Brasil era de 3.904, e não 3.094, como informava o primeiro parágrafo do texto. A informação foi corrigida.

Coronavírus