PUBLICIDADE
Topo

Quarentena por conta do coronavírus evitou mil mortes no RJ, diz secretário

Secretário elogiou como as pessoas têm lidado com o isolamento social no Rio de Janeiro - Dirkran Junior/Futura Press/Estadão Conteúdo
Secretário elogiou como as pessoas têm lidado com o isolamento social no Rio de Janeiro Imagem: Dirkran Junior/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

31/03/2020 11h30

O secretário de saúde do Estado do Rio de Janeiro, Edmar Santos, afirmou nesta terça-feira que cerca de mil vidas foram salvas por conta do isolamento social recomendado para diminuir a propagação do novo coronavírus.

Em entrevista à rádio BandNews, Santos afirmou que o Estado já observa uma redução no número de pessoas infectadas em comparação com ao que projeções feitas anteriormente indicavam.

"A gente já observa uma tendência no achatamento da curva. Não só no número de casos, como também das internações hospitalares. O esforço das pessoas está surtindo efeito. O seu esforço está valendo a pena", afirmou o secretário.

"A projeção nossa é de redução de mil mortes por conta da mudança da curva respondendo ao isolamento social", acrescentou.

Apesar da redução, o secretário de saúde reforçou que o isolamento social ainda é necessário para continuar diminuindo a velocidade de contágio pelo novo coronavírus.

O secretário também destacou durante a entrevista que o Estado tem observado um número crescente de jovens infectados e não só pessoas idosas.

"Temos tido casos graves em bastante jovens. Segunda faixa de população que mais tem internado é de 30 a 39 anos. Só está sendo liderado pelos de 60 a 69. Os pacientes que agravam estão chegando com um pouco de falta de ar e tendo uma evolução muito dramática na maioria das vezes", explicou Santos.

Coronavírus