PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Brasil fará mais testes que a Coreia do Sul, diz ministério

Do UOL, em São Paulo

09/04/2020 17h56Atualizada em 09/04/2020 20h13

O Brasil fará mais testes para o novo coronavírus do que a Coreia do Sul, disse hoje o Ministério da Saúde em coletiva de imprensa. Segundo a pasta, o país já realizou mais de 153 mil testes.

Inicialmente, o secretário de vigilância em saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, havia informado que já tinham sido feito 480 mil testes no Brasil, mas depois corrigiu a informação.

Ele esclareceu que já foram recebidos mais de 800 mil testes exclusivos para o coronavírus, sendo 500 mil somente de testes rápidos. Foram realizados 153.961 exames de investigação para doenças respiratórias agudas graves, dos quais 62.985 foram testados a covid e 13.717 tiveram resultado positivo.

Segundo o secretário-executivo João Gabbardo dos Reis, a expectativa é de que o país faça mais testes do que a Coreia do Sul, que fez 450 mil até então.

"Tudo que se diz da Coreia é que ela testou, testou, testou. A Coreia testou 450 mil pessoas. A Coreia que é o grande exemplo mundial não fez 500 mil testes até agora. Nós vamos fazer muito mais".

Segundo o secretário, o Brasil tem feito um bom trabalho de testagem em comparação aos outros países. "Alguém pode me dizer: mas a população da Coreia do Sul é 50 e poucos milhões. É 1/4 da nossa população. Nós vamos fazer muito mais do que 4 vezes o que a Coreia do Sul fez".

"Eu acho que antes de criticar sempre é legal é comparar com os demais. A questão do teste é extremamente complexa. E acho que o que o Ministério da Saúde tem conseguido, em comparação aos outros países, é motivo de satisfação para nós".

O governo trabalha para ampliar a capacidade de testes da covid-19. A ideia é saltar de até 6,7 mil testes diários para cerca de 30 mil exames. No cenário ideal, o ministério quer, em 180 dias, chegar a 3 milhões de exames feitos.

O Ministério da Saúde anunciou hoje que subiu para 941 o número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil — 141 óbitos confirmados nas últimas 24 horas. Até ontem, eram 800 mortes.

No total, são 17.857 casos oficiais no país até agora — aumento de 1.930 diagnósticos em um único dia — segundo a pasta.

Errata: o texto foi atualizado
Uma versão anterior deste texto e a chamada para ele na homepage do UOL traziam a informação de que o Brasil já havia realizado mais testes que a Coreia do Sul. A frase foi dita pelo secretário de vigilância em saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, que se corrigiu na sequência. O texto foi alterado e atualizado.

Coronavírus