PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

SP cria comitê funerário para evitar enterro em valas comuns como em NY

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB-SP), durante coletiva de imprensa sobre o coronavírus - Divulgação/Governo de São Paulo
O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB-SP), durante coletiva de imprensa sobre o coronavírus Imagem: Divulgação/Governo de São Paulo

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

16/04/2020 13h31

O prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou hoje a criação de um comitê funerário durante a pandemia de covid-19. O objetivo é acelerar as tomadas de decisão nos cemitérios municipais para evitar as situações vistas em Nova York (Estados Unidos), com pessoas enterradas em valas comuns, e Guayaquil (Equador), com uso de caixões de papelão.

"Faremos tudo o que for possível para não ter em São Paulo as cenas lamentáveis que verificamos pelo mundo. Do Equador a Nova York, a questão do enterro das vítimas é um desafio. Queremos estar preparados para que as pessoas possam ter um sepultamento digno e organizado", disse o prefeito.

De acordo com Bruno Covas, o comitê vai ser composto por órgãos de segurança, saúde e outros departamentos.

"Facilitar para que as decisões possam ser tomadas com maior agilidade. Não dá para secretarias de subprefeituras tratar do tema. É preciso reduzir burocracias para poder agilizar os processos, facilitar logística dentro dos cemitérios", disse o prefeito. "Não dá para ser o tema de uma secretaria. A ideia é para cada um, dentro de sua atribuição, possa ajudar para evitar as cenas que vimos no mundo inteiro."

Coronavírus