PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Teich: Governo antecipa negociação para o caso de surgir vacina para covid

Ministro declarou que o governo está tentando se antecipar ao possível surgimento de uma vacina contra a covid-19 - Igor Golovniov/SOPA Images/LightRocket via Getty Images
Ministro declarou que o governo está tentando se antecipar ao possível surgimento de uma vacina contra a covid-19 Imagem: Igor Golovniov/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

06/05/2020 17h52

O ministro da Saúde, Nelson Teich, declarou nesta tarde que o governo federal está negociando cotas de vacinas para o coronavírus que ainda não foram produzidas. O intuito, segundo o ministro, é se antecipar à possibilidade de surgir um tratamento mais efetivo contra a covid-19 e garantir que o Brasil não sofra com grande demanda mundial.

"A gente está conversando com possíveis laboratórios que vão produzir vacina para que a gente consiga garantir, caso surja uma vacina, que o Brasil tenha uma cota, uma parte", afirmou ele durante entrevista coletiva concedida no Palácio do Planalto para tratar de ações no combate ao coronavírus.

Diante do aumento da curva de aceleração da covid-19 no país, Teich afirmou que a ideia da pasta é se antecipar na corrida pela compra de novos medicamentos para não correr o risco de sofrer com esgotamento mundial.

"Um grande risco que existe é que ao surgir medicamento novo, vacina nova, a gente tenha aqui a mesma realidade que aconteceu com EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e respiradores, e ter falta mundial", afirmou o ministro.

No entanto, durante a coletiva, o ministro não mencionou quais as estratégias internas adotadas pelo governo para fomentar pesquisas que possam auxiliar brasileiros a desenvolverem novos medicamentos.

Coronavírus