PUBLICIDADE
Topo

Em meio a reabertura, AM distribui 10 mil máscaras em terminais de ônibus

Peças foram produzidas por projeto desenvolvido que garante renda a pelo menos 200 costureiras desempregadas - Chamel Flores/Sejusc
Peças foram produzidas por projeto desenvolvido que garante renda a pelo menos 200 costureiras desempregadas Imagem: Chamel Flores/Sejusc

Do UOL, em São Paulo

01/06/2020 15h28

O Governo do Amazonas distribuíu hoje 10 mil máscaras para a população como medida de combate à pandemia do novo coronavírus. A ação, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humano e Cidadania do estado (Sejusc), ocorreu pela manhã em cinco terminais de ônibus de Manaus.

A iniciativa foi realizada entre as 6h e as 7h, horário de maior circulação de pessoas, e contou com 50 servidores da secretaria. As peças foram produzidas por um projeto desenvolvido pelo governo do estado para garantir renda a pelo menos 200 costureiras desempregadas.

"Já entregamos também para grupos de pessoas com deficiência, ribeirinhos, comunidades indígenas, grupos de idosos e LGBTs. Estamos garantindo que a população se proteja no momento que estamos iniciando a reabertura gradual de alguns serviços não essenciais. Isso significa que, mesmo com a abertura, é preciso manter todos os cuidados, não podemos relaxar com a prevenção", afirmou a secretária de Justiça do Amazonas, Caroline Braz.

No entanto, em comunicado, o próprio governo amazonense lembrou que o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não recomendam o uso da mesma máscara de tecido por mais de três horas, indicando a troca sempre que a peça estiver úmida, danificada ou com sujeira aparente.

A ação de hoje faz parte do processo de reabertura gradual do comércio de atividades não essenciais no Amazonas. A partir de 1º de junho, lojas de vestuário, acessórios, calçados e artigos esportivos, entre outros, podem retomar as atividades. Igrejas e templos também foram liberados.

Coronavírus