PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Porto Alegre volta atrás e restringe funcionamento de shoppings na pandemia

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Junior (PSDB), anunciou medidas mais restritivas contra o coronavírus - Cesar Lopes/PMPA
O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Junior (PSDB), anunciou medidas mais restritivas contra o coronavírus Imagem: Cesar Lopes/PMPA

Do UOL, em São Paulo

12/06/2020 20h50

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Junior (PSDB), anunciou hoje durante transmissão na internet que a cidade vai voltar a restringir o funcionamento de shoppings, comércios, academias e restaurantes com um decreto que ainda será publicado em Diário Oficial, mas passará a valer a partir de segunda-feira (15).

"A partir de segunda-feira a gente está limitando ou restringindo as atividades dos shoppings centers novamente, nós também deveremos voltar ao cenário antes do decreto de 20 de maio, que liberava atividades de empresas acima dos R$ 360 mil de faturamento. Voltaremos ao cenário do decreto de 5 de maio, autorizando as atividades das microempresas", disse Marchezan.

Segundo o prefeito, a decisão foi tomada para frear a velocidade da demanda por leitos de UTI na capital gaúcha durante a pandemia do novo coronavírus.

"É pensando no futuro, uma espécie de trava de segurança para diminuir a velocidade de crescimento da demanda por leitos de UTI e uma precaução para que possamos continuar com a estrutura de saúde disponível para quem precisar de atendimento", disse Marchezan.

"Não estamos com a nossa oferta de leitos prontos para a covid-19 ocupada, ainda temos espaço, mas como nossas medidas agora demoram dias para surtir efeito, a gente precisa, por cautela, ter medidas restritivas", afirmou o prefeito.

Apesar da mudança, Marchezan ressaltou que a cidade teve resultados positivos com o isolamento social no começo da pandemia e que isso se refletiu na preparação do sistema de saúde.

"Iniciamos as medidas de distanciamento social em 16 de março, e este tempo foi muito importante para organizar e estruturar a gestão hospitalar de forma integrada", disse.

De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, Porto Alegre tem até agora, desde o começo da pandemia, um total de 2.082 casos confirmados e 51 mortes por covid-19. Outros 4.914 casos estão em análise. O total de pacientes recuperados na capital gaúcha é de 796.

Coronavírus