PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Califórnia (EUA) tem alta de 69% nos casos de coronavírus em dois dias

24.jun.2020 - Homem faz teste de covid-19 nos EUA - CHANDAN KHANNA / AFP
24.jun.2020 - Homem faz teste de covid-19 nos EUA Imagem: CHANDAN KHANNA / AFP

Do UOL, em São Paulo

25/06/2020 08h57Atualizada em 25/06/2020 13h30

A Califórnia registrou um aumento de 69% nos casos de coronavírus em apenas dois dias, afirmou ontem o governador Gavin Newsom, enquanto o estado norte-americano enfrenta uma onda de novas infecções e hospitalizações. O condado de Los Angeles passou a ser o local nos Estados Unidos com o maior número de infectados — mais de 88.500 —, diz o site The Guardian, a partir de dados da Universidade Jonhs Hopkins.

O salto alarmante pode ser explicado pela reabertura precoce de atividades após o período de quarentena. Os números dispararam nos últimos dias, passando de 4.230 no domingo (21) para 7.149 na terça-feira (23), segundo dados locais de saúde pública.

O fim de semana também viu um número recorde de hospitalizações devido ao vírus. O estado da Califórnia está atualmente com 30% de ocupação de sua capacidade de UTI.

Os EUA chegaram a registrar um total diário de 34.700 novos casos de covid-19, o nível mais alto desde o final de abril.

Na semana passada, Newsom anunciou que os moradores da Califórnia devem usar máscaras na maioria dos ambientes públicos para conter a propagação do vírus, e ontem, afirmou que reteria financiamento relacionado à pandemia aos governos locais que ignorarem medidas antivírus. Algumas partes do estado resistiram à nova diretiva sobre o uso de máscara.

De acordo com o governador, o estado realizou mais de 1 milhão de testes nas últimas duas semanas, com uma taxa de positividade de 5,1%. E é provável que o número de positivos aumente conforme mais testes sejam feitos, ele afirmou.

Coronavírus