PUBLICIDADE
Topo

Máscaras serão essenciais na volta às aulas, diz autoridade dos EUA

4.jul.2020 - Garoto de máscara próximo ao Memorial do 11 de Setembro, em Nova York, nos Estados Unidos - Spencer Platt/Getty Images/AFP
4.jul.2020 - Garoto de máscara próximo ao Memorial do 11 de Setembro, em Nova York, nos Estados Unidos Imagem: Spencer Platt/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

14/07/2020 15h23

O uso de máscaras será uma medida considerada essencial para que se possa retomar as aulas presenciais nos Estados Unidos. De acordo com o diretor do CDC (Centro para o Controle e Prevenção de Doenças), há indícios suficientes para acreditar que as proteções faciais são importantes para controlar a pandemia do coronavírus.

"As informações são muito claras: as máscaras funcionam", disse Robert Redfield, hoje, de acordo com a CNN.

O CDC começou os estudos de como serão retomadas as aulas no país, com foco no uso de máscaras, na ajuda aos pais, para que se defina enviar ou não os filhos às escolas e em como os administradores dos colégios devem agir para terem um ambiente seguro.

"Temos de tirar vantagem da proteção facial. Para mim, elas são a chave. Se olharmos atentamente, as informações são claras, as máscaras funcionam", afirmou ele.

"As pessoas têm de ganhar confiança. As máscaras não são simbólicas, elas são uma forme importante de prevenção que realmente pode bloquear o vírus", acrescentou.

O número de mortes causadas pelo coronavírus nos Estados Unidos subiu para 135.235, de acordo com a atualização de hoje do CDC. O número de casos confirmados atingiu 3.355.457.

Em relação a ontem, foram 58.858 novos casos confirmados da covid-19 no país, um crescimento de 1,7%. O ritmo é menor do que o registrado no dia anterior (1,8%). Já o ritmo de mortes se manteve em relação ao dia anterior, com aumento de cerca de 0,2% (134.884 para 135.235).

Coronavírus