PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Com 307 mil infectados em 24 h, mundo tem novo recorde de casos de covid

Representação gráfica do coronavírus; acompanhe as notícias da crise no 6 Minutos - Shutterstock
Representação gráfica do coronavírus; acompanhe as notícias da crise no 6 Minutos Imagem: Shutterstock

Do UOL, em São Paulo

13/09/2020 22h32

A Organização Mundial da Saúde (OMS) registrou o recorde de novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas. Foram 307.930 casos em apenas um dia. O último recorde havia sido contabilizado no dia 6 de setembro.

Segundo a agência, os maiores aumentos de infecções foram relatados na Índia, Estados Unidos, Brasil, Espanha e Argentina. Em todo o mundo, já são mais de 28 milhões de casos confirmados —só o Brasil contabiliza 4,3 milhões. (Veja situação abaixo)

As mortes aumentaram em 5.537 casos, para um total de 917.417.

De acordo com a agência de notícias Reuters, o recorde anterior da OMS para novos casos de coronavírus foi apontado no dia 6 de setembro, com 306.857 novas infecções relatadas.

As infecções por covid-19 continuam aumentando em ao menos 58 países, incluindo surtos na Argentina, Indonésia, Marrocos, Espanha e Ucrânia, de acordo com uma análise da Reuters.

Os novos casos estão caindo nos Estados Unidos —cerca de 44% em relação ao pico de mais de 77 mil novos casos registrados no dia 16 de julho. Os casos no Brasil também estão apresentando tendência de queda.

Brasil tem 4,3 milhões de infectados

O Brasil registrou hoje um acréscimo de 389 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 131.663 mortes pela doença causada pelo novo coronavírus, segundo o consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte. Os números são resultado de um levantamento junto às secretarias estaduais de saúde e consolidados às 20h.

Desde as 20h de ontem, foram registrados 14.294 novos casos. Com os dados de hoje, o país chegou a 4.330.152 infectados.

A média móvel de mortes no Brasil nos últimos sete dias foi de 711, o que representa uma variação de -18% em relação aos dados registrados em 14 dias.

Conforme levantamento feito hoje pelo consórcio, 14 estados tiveram desaceleração na média móvel de mortes pela doença na variação deste período, enquanto três apresentaram alta.

Entre as regiões, três apresentam desaceleração nas vítimas da covid-19: Nordeste (-20%), Norte (-16%) e Sudeste (-22%

Saúde