PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Brasil tem 398 novas mortes em 24 h e total de 146.773 óbitos por covid-19

Coveiro se prepara para enterrar caixão em meio à pandemia do novo coronavírus no cemitério de Vila Formosa, em São Paulo - AMANDA PEROBELLI/REUTERS
Coveiro se prepara para enterrar caixão em meio à pandemia do novo coronavírus no cemitério de Vila Formosa, em São Paulo Imagem: AMANDA PEROBELLI/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

05/10/2020 18h52Atualizada em 08/10/2020 21h09

O Brasil registrou 398 novos óbitos pela covid-19 nas últimas 24 horas, atingindo 146.773 mortes pela doença. As informações foram coletadas pelo consórcio de veículos do qual o UOL faz parte.

O levantamento feito com as secretarias de saúde dos estados aponta 25.593 casos confirmados nas últimas 24 horas. No total, já foram 4.940.499 diagnósticos da doença desde o início da pandemia.

O único estado que não apresentou notificações de casos e mortes em relação a ontem foi Roraima. Acre e Rio Grande do Norte não registraram confirmação de novos óbitos por covid-19 neste intervalo.

A média móvel de mortes, calculada com base nos números de mortos dos últimos sete dias, é de 659, o que representa estabilidade em relação à variação de 14 dias atrás.

Seis estados apresentaram queda na média móvel de mortes e quatro apresentaram alta.

O Norte foi a única região a apresentar alta (27%). Já Centro-Oeste (-3%), Nordeste (-1%), Sudeste (-15%) e Sul (-4) mantiveram estabilidade na variação de 14 dias.

Veja a oscilação nos estados:

  • Aceleração: AM, CE, RR e SE;
  • Estabilidade: AC, AL, AP, BA, DF, ES, GO, MA, MG, MS, PE, PI, PR, RN, RS, SC e TO;
  • Queda: MT, PA, PB, RJ, RO e SP.

Dados do governo

O Ministério da Saúde divulgou 323 novas mortes por covid-19 em relação a ontem, somando 146.675 óbitos em decorrência do novo coronavírus.

Nas últimas 24h, foram confirmados 11.946 novos infectados, totalizando 4.927.235 diagnósticos da covid-19.

Segundo a pasta, a Secretaria de Saúde de Roraima não atualizou os dados em função de um feriado no estado. Assim como no consórcio de veículos, o ministério também observou que não houve registro de novas mortes pelas secretarias de Acre e Rio Grande do Norte.

O governo federal considera 4.295.302 casos recuperados e afirma que há 485.258 pacientes em acompanhamento.

SP tem 2ª semana seguida com queda de casos e mortes

Pela segunda semana consecutiva, o estado de São Paulo registrou queda na média móvel diária de casos e de mortes provocadas pelo novo coronavírus. Trata-se da unidade federativa que apresenta maior quantidade de infecções e mortes pela doença em todo o país.

No entanto, SP havia registrado, após dez semanas consecutivas de queda, um pequeno aumento na média móvel de novas internações, de 3%, o que, segundo o governo, ainda não é preocupante.

Grupo indiano cria teste acessível

Um grupo de cientistas na Índia desenvolveu um teste para a covid-19 que pode deixar o acesso ao diagnóstico do vírus mais fácil. Chamado de "Feluda" em homenagem a um famoso personagem indiano, o exame é feito a base de papel e tem um uso similar ao do teste PCR. Ele utiliza uma tecnologia de edição de genoma que detecta o vírus. A tecnologia, chamada de Crispr, processa a informação e, se detecta um gene com o vírus, ressalta duas linhas azuis no papel.

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes recentes de autoridades e do próprio presidente colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Coronavírus