PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Ocupação em UTIs sobe e Porto Alegre interrompe flexibilização do comércio

Movimentação no Hospital das Clínicas de Porto Alegre - Miguel Noronha/Futura Press/Estadão Conteúdo
Movimentação no Hospital das Clínicas de Porto Alegre Imagem: Miguel Noronha/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

18/11/2020 15h49

O Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus da Prefeitura de Porto Alegre anunciou hoje a interrupção do processo de flexibilização de atividades que vinha ocorrendo na capital gaúcha. A medida se deve ao cenário apresentado nas últimas semanas com uma tendência de aumento dos indicadores.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), há estabilidade no número de pacientes confirmados com covid -19 em leitos de UTI nas últimas semanas. No entanto, outros indicadores, especialmente a busca ambulatorial por atendimento de síndrome gripal, vêm apontando aumento recente, gerando um alerta para os próximos dias.

Em outubro, a cidade iniciou o processo de reorganização da rede hospitalar, que estava mobilizada para atendimento à pandemia do coronavírus. Procedimentos e cirurgias que estavam suspensos desde março foram retomados nas instituições hospitalares com a reorientação de leitos e profissionais antes dedicados à covid-19.

A prefeitura ressalta que acompanha em tempo real todo o processo de atendimento na rede de saúde e, caso necessário, leitos podem ser remobilizados para atender apenas pacientes com covid-19. Até a manhã de hoje, a ocupação de leitos de UTI por casos confirmados da doença era de 247.

De acordo com o último boletim da SMS, divulgado na noite de ontem, Porto Alegre tem 51.739 casos de covid-19 e 1429 mortes em decorrência da covid. O número de pacientes recuperados é de 44.698.

Coronavírus