PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Embaixador da Índia diz que Brasil é o primeiro país a receber vacinas

Colaboração com o UOL, em São Paulo

22/01/2021 20h59Atualizada em 22/01/2021 21h31

O embaixador indiano no Brasil, Suresh K. Reddy, afirmou na noite de hoje que o país é o primeiro do mundo a receber um lote de vacinas contra a covid-19 provenientes da Índia. Em coletiva realizada no Aeroporto de Guarulhos após o recebimento do avião vindo do país asiático, o embaixador definiu o dia de hoje como "histórico" para a relação entre Brasil e Índia.

"Estou muito orgulhoso em informar que essa é a primeira carga que a Índia envia ao Brasil. O Brasil é o primeiro país a recebê-la", disse Suresh K. Reddy. O embaixador indiano completou dizendo que o primeiro-ministro do país, Narendra Modi, pretende disponibilizar imunizantes para todos.

"O primeiro-ministro da Índia disse que ele vai disponibilizar vacinas para todos os países no mundo. Também vamos doar vacinas para países em desenvolvimento. Vamos continuar apoiando os outros países.", acrescentou o embaixador.

O Brasil recebeu no início da noite de hoje dois milhões de doses da vacina da Oxford/AstraZeneca vindas da Índia. A carga foi recebida pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pelo chanceler Ernesto Araújo e pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria. A carga agora segue do Aeroporto Internacional de Guarulhos direto para o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

De lá, as doses serão escoltadas pela Polícia Federal da base aérea até o depósito da Fiocruz.

Ernesto Araújo celebra chegada das vacinas

O Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, classificou a chegada dos imunizantes vindos da Índia como "um momento especial para todos os brasileiros".

"É um momento muito importante para o processo de vacinação. A chegada desses dois milhões de doses de vacinas provenientes da Índia reforça o nosso programa brasileiro de vacinação.", celebrou o ministro.

Araújo também valorizou a relação entre o Brasil e a Índia, uma parceria que, segundo ele, tem sido construída nesses dois últimos anos.

"Agora estamos vendo que não é apenas no papel os vários acordos assinados, mas que ela (a parceria) é concreta, e que ela da resultados concretos.", declarou ele. "É uma parceria que tenho certeza que se consolida nessa área de vacina, nessa área de medicamentos, e em muitas outras.", acrescentou o ministro.

Ernesto Araújo exaltou o trabalho feito pelo governo e pelos funcionários do Itamaraty no processo de negociação para o envio das doses. Segundo ele, o acordo envolveu o presidente da República, que conversou com o primeiro-ministro da Índia, o ministro da Saúde, além de outras autoridades como o embaixador do Brasil na Índia.

"Queria dizer também que é um momento especial para nós, todos os funcionários do Itamaraty, para a diplomacia brasileira, que junto com todo o governo estamos trabalhando pelo povo brasileiros e nesse caso para facilitar para progredir no nosso trabalho de vacinação.", finalizou ele,.

Saúde