PUBLICIDADE
Topo

Saúde

AM quer vacinar quem tem mais de 50 anos; veja como está a campanha no país

A primeira vacinada no Amazonas foi a técnica de enfermagem Vanda Ortega, em janeiro - Reprodução
A primeira vacinada no Amazonas foi a técnica de enfermagem Vanda Ortega, em janeiro Imagem: Reprodução

Arthur Stabile

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/02/2021 04h00

Em meio à escassez de vacinas contra covid-19, a campanha de imunização teve que ser interrompida em algumas localidades, como Rio de Janeiro e Porto Alegre. Por outro lado, no Amazonas, o governo estadual anunciou que pretende começar a vacinar as pessoas com mais de 50 anos da região metropolitana de Manaus a partir da próxima segunda-feira (22).

O estado do Norte do país, que já sofreu com dois colapsos no sistema de saúde por causa da pandemia do novo coronavírus, é o mais avançado na vacinação. Em janeiro, outros governadores chegaram a se reunir e concordaram em enviar mais doses para o Amazonas.

Nesta semana, o governo amazonense anunciou o Plano de Aceleração de Vacinação contra Covid-19, que vai começar pela região de Manaus e deve ter o apoio do Ministério da Saúde, das prefeituras e do Comando Militar da Amazônia, que inclui Aeronáutica, Marinha e Exército. Para o projeto dar certo, entretanto, novos lotes de vacina devem chegar à região.

Levantamento do UOL junto aos estados aponta que grande parte do país já vacinou os profissionais de saúde e os idosos em asilos ou acamados, além de quem tem mais de 85 anos. Ainda são poucas as regiões que conseguiram imunizar a faixa etária próxima dos 75 anos (leia mais abaixo). Por causa da falta de vacinas, o ritmo de atendimento está mais lento.

Até agora, as unidades federativas organizaram a vacinação de idosos em faixas, que começam pela população em unidades de longa permanência, como asilos, e os acamados e vai dos que têm mais de 90 anos até os mais jovens, a partir de 60 anos.

Em alguns municípios, podem existir regras diferentes para cadastro e para a vacinação. Isso acontece porque a responsabilidade pela vacinação é das Prefeituras, e os estados deram autonomia para as decisões.

Mais informações online ou por telefone

Para saber como está a distribuição das vacinas na sua cidade, procure pela Prefeitura.

A imunização acontece em postos de saúde e também em espaços organizados para esse fim, como estádios que abrigam drive-thru de vacinação. Normalmente, é necessário levar apenas um documento de identidade que comprove a idade ou, no caso de profissionais de saúde, um documento que comprove a atividade.

Somente cinco estados e o Distrito Federal disponibilizam canais por telefone ou online para a população se cadastrar previamente. São eles:

  • Ceará: link (para cadastro de vacinação em Fortaleza)
  • Distrito Federal: link
  • Goiás: link
  • Paraíba: link
  • Rio Grande do Norte: link
  • São Paulo: link

Como está a vacinação por região

O UOL buscou informações sobre a campanha de vacinação nos portais públicos das secretarias estaduais da saúde e conversou com assessorias.

Nenhuma unidade federativa do Centro-Oeste, do Sudeste e do Sul tem prazo definido para atender quem tem menos de 75 anos. No Norte, apenas o Amazonas alcançou essa faixa etária, e no Nordeste, são dois estados nesta mesma situação (Ceará e Rio Grande do Norte).

Saiba mais sobre a situação por região:

Norte

O Amapá começou a vacinar nesta semana quem tem acima de 84 anos. Outros cinco estados estão atendendo quem tem mais de 80 anos —Tocantins, Acre, Pará, Roraima e Rondônia.

Nordeste

O Piauí é o estado "mais atrasado", ainda vacinando idosos com mais de 90 anos. A Paraíba começa agora a imunizar quem tem mais de 85 anos, enquanto Maranhão, Sergipe, Alagoas e Pernambuco também estão atendendo esta faixa etária. Na Bahia, pessoas com mais de 80 anos já estão recebendo suas doses.

Centro-Oeste

O Distrito Federal está vacinando quem tem mais de 79 anos. Em Goiás e Mato Grosso, os idosos com mais de 84 e 85 anos, respectivamente, estão sendo imunizados. Em Mato Grosso do Sul, a campanha já chegou à faixa etária dos 80 anos.

Sudeste

São Paulo e Minas Gerais começaram a vacinar pessoas com mais de 85 anos e o Rio de Janeiro, mais de 83 anos. Mas o Espírito Santo permanece na faixa dos 90 anos.

Sul

O Rio Grande do Sul é o estado com a vacinação mais adiantada em relação às faixas etárias, pois já começou a imunizar quem tem mais de 83 anos. Santa Catarina atende quem tem mais de 85 anos. No Paraná, apenas idosos em asilos, hospitais ou acamados e os que têm mais de 90 anos estão sendo vacinados.

Pelo país

Até ontem (18), o Brasil havia vacinado 5,6 milhões de pessoas, segundo o consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, que tem como base dados passados pelas secretarias estaduais da saúde —o que corresponde a 2,65% da população brasileira.

O Ministério da Saúde promete que toda população será vacinada neste ano. Mas o plano apresentado a governadores anteontem prevê a entrega até de vacinas que ainda não foram contratadas ou aprovadas para uso no Brasil, como Sputnik e Covaxin.

Saúde