PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
2 meses

PF investiga grupo que ofereceu 200 milhões de doses de vacina para Saúde

PF cumpriu mandados de busca e apreensão em Vila Velha (ES) e Paracatu (MG) - Divisão de Comunicação Social/Polícia Federal
PF cumpriu mandados de busca e apreensão em Vila Velha (ES) e Paracatu (MG) Imagem: Divisão de Comunicação Social/Polícia Federal

Davi Medeiros

Colaboração para o UOL, de Praia Grande (SP)

25/03/2021 09h25

A Polícia Federal deflagrou hoje uma operação para investigar suspeitos de oferecer, de forma fraudulenta, 200 milhões de doses de vacina contra covid-19 ao Ministério da Saúde. Estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão em Paracatu (MG) e Vila Velha (ES).

A investigação teve início a partir de uma denúncia encaminhada à Polícia Federal pelo próprio Ministério da Saúde. Os suspeitos alegavam agir em nome de um grande consórcio farmacêutico. Usando credenciais falsas, eles afirmavam ter exclusividade para a comercialização dos lotes de vacinas.

A ação era comandada por dois indivíduos, por meio de duas supostas empresas, que responderão pelos crimes de associação criminosa, estelionato em face de entidade pública, falsificação de documento particular e falsificação de produto destinado a fins medicinais.

Além do Ministério da Saúde, foi identificado que a oferta fraudulenta era feita também a outros gestores públicos.

Saúde