PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Vacinação em São Paulo: drive-thru fecha temporariamente a partir desta 4ª

Postos drive-thru para vacinação só serão reabertos quando as vacinas para a próxima faixa etária estiverem disponíveis - Divulgação/Governo do Estado de São Paulo
Postos drive-thru para vacinação só serão reabertos quando as vacinas para a próxima faixa etária estiverem disponíveis Imagem: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Colaboração para o UOL

13/04/2021 21h32

Os postos de drive-thru da cidade de São Paulo e de farmácias que estão realizando a vacinação contra a covid-19 serão fechados temporariamente a partir de amanhã (14) e só serão reabertos quando as vacinas para a próxima faixa etária estiverem disponíveis.

No entanto, o sistema de imunização drive-thru das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) continua em funcionamento, assim como o atendimento nos SAE (Serviços de Assistência Especializada) e centros-escolas. As equipes de vacinação dos postos temporariamente suspensos serão remanejadas para essas outras unidades.

A Secretaria Municipal de Saúde acrescenta que de ontem (12) para hoje (13), houve uma queda de 50% da procura por vacinas nos postos de drive-thru.

Até agora, o município de São Paulo totalizou a aplicação de 2.312.409 doses, sendo 1.592.879 referentes à primeira e 719.530 à segunda dose.

Grupos prioritários

No momento, três grupos podem receber a vacinação contra o novo coronavírus: idosos com idade de 67 anos, com cerca de 96 mil pessoas; profissionais de Educação com mais de 47 anos; e funcionários da Saúde acima de 50 anos.

Na Educação, podem ser imunizados profissionais das redes estadual, municipais, particulares e federal com funções como secretários, auxiliares de serviços gerais, faxineiras, mediadores, merendeiras, monitores, cuidadores, diretores, vice-diretores, professores de todos os ciclos da educação básica, professores coordenadores pedagógicos, além de professores temporários.

Na Saúde, são considerados todos aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. Na prioridade, constam os seguintes profissionais: médicos; enfermeiros/técnicos e auxiliares de enfermagem; nutricionistas; fisioterapeutas/ terapeutas ocupacionais; biólogos; biomédicos e técnicos de laboratório que façam coleta de RT-PCR SARS CoV2 e análise de amostra de Covid-19; farmacêuticos e técnico de farmácia; odontólogos, ASB (Auxiliar de Saúde Bucal) e TSB (Técnico de Saúde Bucal); fonoaudiólogos; psicólogos; assistentes sociais; profissionais da educação física; e médicos veterinários.

Segunda dose

Para a segunda aplicação, são atendidos os profissionais de saúde da linha de frente, idosos que vivem nas Instituições de Longa Permanência, pessoas com deficiências abrigadas em instituições sociais e indígenas aldeados da capital.

Postos de vacinação na capital paulista

468 Unidades Básicas de Saúde (UBS)
Horário: de segunda a sexta, das 7h às 19h.
Os endereços das unidades podem ser acessados pela ferramenta Busca Saúde.

UBSs com sistema drive-thru
Horário: 8h às 17h
Os endereços podem ser acessados por esta lista.

AMAs/UBSs Integradas
Horário: 7h às 19h, inclusive aos sábados.
Veja aqui a lista com os endereços.

17 SAEs
Os endereços e horários de funcionamento podem ser acessados neste link.

Três centros-escolas
Horário: De segunda a sexta, das 8h às 17h

  1. Centro-Escola Barra Funda - Av. Dr. Abrahão Ribeiro, 283, Bom Retiro
  2. Centro-Escola Geraldo de Paula Souza - Av. Dr. Arnaldo, 925, Sumaré
  3. Centro-Escola Samuel Barnsley Pessoa - Av. Vital Brasil, 1.490, Butantã

Para mais informações, acesse o site Vacina Sampa.

Saúde