PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
15 dias

Brasil chega a 38,5 milhões de vacinados contra covid, 18,23% da população

Mais de 38,5 milhões de brasileiros receberam pelo menos uma dose de vacina contra a covid-19 - Sergio Andrade/Governo de São Paulo
Mais de 38,5 milhões de brasileiros receberam pelo menos uma dose de vacina contra a covid-19 Imagem: Sergio Andrade/Governo de São Paulo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/05/2021 20h17Atualizada em 15/05/2021 21h22

O Brasil alcançou neste sábado (15) a marca de 38,5 milhões de vacinados contra a covid-19. No total, 38.596.357 brasileiros receberam ao menos uma dose de vacina contra a doença, o correspondente a 18,23% da população do país. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base nas informações fornecidas pelas secretarias estaduais de saúde.

Entre ontem e hoje, 275.933 pessoas receberam a primeira dose de imunizante. A dose de reforço foi aplicada em outras 102.933 no mesmo período. Os estados do Acre, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Roraima e Santa Catarina não enviaram dados atualizados sobre a vacinação até o fechamento do boletim do consórcio, às 20h.

Até aqui, 19.094.815 brasileiros receberam as duas doses de vacina, conforme a recomendação dos laboratórios responsáveis pela produção da CoronaVac, Oxford/AstraZeneca e Pfizer/BioNTech. O número equivale a 9,02% da população nacional.

Proporcionalmente, o Rio Grande do Sul continua como o estado que mais vacinou sua população com a primeira dose: 23,64% de seus habitantes.

O estado de São Paulo permanece à frente como aquele que, em termos percentuais, mais aplicou a segunda dose: 10,87% da população local.

Universidade do Ceará pede para testar vacina em humanos

A Universidade Estadual do Ceará (Uece) pediu autorização à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para iniciar testes em humanos de uma vacina contra a covid-19 desenvolvida pela instituição. Com pesquisas iniciadas em abril de 2020, o imunizante apresentou eficácia superior a 90% nas fases pré-testes, quando é aplicada em camundongos.

Batizada como 2H120 Defense, a vacina cearense tem valor estimado de R$ 0,04 por dose e a imunização completa com duas doses. Caso o custo se confirme e receba as devidas autorizações de uso, será a vacina mais barata a ser usada no Brasil.

Se for autorizada pela agência, a universidade conduzirá o estudo clínico em três fases, conta Ney Carvalho, pesquisador do Laboratório de Biotecnologia e Biologia Molecular (LBBM) da Uece.

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a pandemia colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Você utiliza a Alexa? O UOL fornece informações à inteligência artificial por voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados do número de brasileiros vacinados contra a covid-19. Para saber sobre a vacinação no país ou no seu estado com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, quantas pessoas já foram vacinadas no Brasil?", por exemplo, ou "Alexa, quantas pessoas foram vacinadas?". Nos encontramos lá!

Coronavírus