PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Rio antecipa 2ª dose da Pfizer para pessoas de 50 anos ou mais

Cerca de 23 mil pessoas acima de 50 anos ainda não completaram o ciclo vacinal na capital do RJ - Dado Ruvic/Reuters
Cerca de 23 mil pessoas acima de 50 anos ainda não completaram o ciclo vacinal na capital do RJ Imagem: Dado Ruvic/Reuters

Colaboração para o UOL

20/09/2021 17h24

A prefeitura do Rio de Janeiro vai reduzir para 21 dias a aplicação da segunda dose da vacina da Pfizer em pessoas de 50 anos ou mais. A decisão começa a valer a partir de amanhã.

Atualmente, o intervalo praticado na cidade é de 12 semanas. Segundo o prefeito da capital, Eduardo Paes (PSD), há 23 mil pessoas nesta faixa etária que só receberam a primeira dose do imunizante contra a covid-19.

A bula da Pfizer, registrada na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), recomenda um intervalo de 21 dias entre doses. A farmacêutica, porém, deixou para as autoridades de saúde a decisão sobre o tempo para conclusão do esquema vacinal.

Vacinação no Rio de Janeiro

A capital carioca já atingiu a marca de 99,1% da população adulta vacinada com pelo menos a primeira ou a dose única de vacinas contra a doença. Considerando esse grupo, 61,9% já completaram o esquema vacinal.

Ainda segundo o "Painel Rio COVID-1"9, considerando a população de 12 anos ou mais, a cobertura vacinal com a primeira dose chega a 95,2% e 56,6% completa. Ao todo, mais de 8,6 milhões de imunizantes foram aplicados na cidade.

Além da repescagem para vários grupos, aplicação de segundas doses e doses de reforço para alguns idosos, nesta semana, também serão vacinados os adolescentes de 13 anos. As meninas recebem o imunizante a partir de quarta-feira (22) e os meninos na quinta-feira (23).

O calendário completo, bem como os locais de vacinação, podem ser consultados no site da prefeitura.

Coronavírus