PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Covid: Brasil ultrapassa 150 milhões de pessoas vacinadas com primeira dose

Brasil superou hoje a marca de 150 milhões de pessoas vacinadas com a primeira dose de imunizante contra a covid-19 - Divulgação / Prefeitura de Alto Alegre do Maranhão (MA)
Brasil superou hoje a marca de 150 milhões de pessoas vacinadas com a primeira dose de imunizante contra a covid-19 Imagem: Divulgação / Prefeitura de Alto Alegre do Maranhão (MA)

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/10/2021 20h02Atualizada em 14/10/2021 21h07

O Brasil superou as 150 milhões de pessoas vacinadas contra a covid-19 com a primeira dose. Com as 708.252 aplicações realizadas entre ontem e hoje, no total 150.659.242 brasileiros tomaram a dose inicial, o que representa 70,63% da população nacional. O levantamento é do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base nas informações fornecidas pelas secretarias estaduais de saúde.

O país alcançou hoje a marca de 101,8 milhões de habitantes com vacinação completa contra a covid-19. Ao todo, 101.836.974 brasileiros tomaram a segunda dose ou a dose única de imunizante contra a doença, o correspondente a 47,74% da população nacional.

1 DOSE - UOL - UOL
Imagem: UOL

Nas últimas 24 horas, foram aplicadas 2.715.410 doses de vacina contra a covid-19 em todo o Brasil, somando primeiras, segundas, doses únicas e de reforço. Neste período, 1.337.006 pessoas concluíram o ciclo vacinal — destas, foram 1.334.465 segundas doses e 2.541 únicas. Também houve a aplicação de 670.152 de reforço.

Até agora, houve a aplicação de um total de 3.374.171 doses de reforço.

Em termos percentuais, o estado de São Paulo continua na liderança entre aqueles com a maior parcela de sua população com vacinação completa: 62,13% dos habitantes locais. Mato Grosso do Sul (61,06%), Rio Grande do Sul (53,75%), Paraná (50,79%) e Espírito Santo (48,5%) aparecem na sequência.

Os paulistas também lideram quanto à parcela de habitantes que já se vacinaram com a primeira dose: 79,77% de sua população. A seguir, estão Rio Grande do Sul (73,28%), Santa Catarina (72,33%), Paraná (71,92%) e Distrito Federal (71,91%).

2 dose - UOL - UOL
Imagem: UOL

Covid: Rio exige vacinação completa ou teste de antígeno para eventos

A prefeitura do Rio de Janeiro mudou as exigências para a realização de eventos com a presença de público na cidade, relaxando as regras em meio à melhora na situação epidemiológica da covid-19 no município.

O decreto nº 49.578, publicado na edição de hoje (14) do Diário Oficial do município, determina que o público, colaboradores, artistas, expositores e demais integrantes da produção em evento-teste devem "ter sido testado negativo nas 48 horas anteriores ao evento, por meio de pesquisa do antígeno de SARS-CoV-2 por swab ou ter esquema vacinal completo".

O decreto anterior, do dia 26 de agosto, exigia o teste negativo junto com a comprovação da vacina contra a covid-19 com a primeira ou a segunda dose de acordo com o cronograma instituído pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em relação à idade.

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, g1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a pandemia colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Coronavírus