PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

SP: Surto de covid em asilo atinge 42 idosos e três morrem em Jales

Mais de 40 idosos e sete funcionários tiveram teste positivo para covid-19 - iStock
Mais de 40 idosos e sete funcionários tiveram teste positivo para covid-19 Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo*

03/12/2021 11h07Atualizada em 08/12/2021 12h09

Três idosos do asilo Lar dos Velhinhos São Vicente de Paulo morreram após se contaminar com o coronavírus. A última vítima, uma mulher de 76 anos, sofreu um mal súbito no sábado, informou a entidade.

Outros quatro idosos seguem internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa do município. Segundo o asilo Lar dos Velhinhos, 42 idosos também testaram positivo para covid-19, mas estão assintomáticos. Ao todo, o asilo abriga 62 pessoas.

Segundo a Prefeitura de Jales, todos os moradores e funcionários do asilo já tomaram a dose de reforço contra covid-19. O primeiro sinal do surto surgiu no dia 19 de novembro, quando uma funcionária apresentou os sintomas da covid-19 e testou positivo.

No mesmo dia, os internos recebiam a terceira dose da vacina contra covid-19. No total, sete profissionais contraíram a doença e já se recuperaram, mas um deles continua em isolamento.

Em nota, o asilo informou que "todas as medidas cabíveis visando a segurança daqueles que a nós foram confiados estão sendo tomadas para não permitir a proliferação do vírus".

Todas as vacinas contra covid-19 em uso no mundo passaram por rigorosos testes que comprovaram a eficácia mínima requerida para autorização. Isso não significa, porém, que pessoas vacinadas ficam imunes à doença

A comunidade médica e científica lembra que o maior benefício da vacina é coletivo, sendo que uma pessoa imunizada também tem menor risco de desenvolver complicações da doença caso seja infectada.

*Com informações de Agência Brasil

Coronavírus