PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
5 meses

Ômicron: Análise mostra variante com presença de 98,7% no Brasil

Variante ômicron apresenta predominância entre as contaminações pelo novo coronavírus - iStock
Variante ômicron apresenta predominância entre as contaminações pelo novo coronavírus Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

12/01/2022 16h52Atualizada em 12/01/2022 17h38

A análise de 3.212 amostras com a presença do novo coronavírus (SARS-CoV-2), feita pelo Instituto Todos Pela Saúde (ITpS) em parceria com os laboratórios DB Molecular, Dasa e CDL, mostrou que a variante ômicron foi encontrada em 3.173 pacientes que contraíram o vírus, o equivalente a 98,7% do total de contaminados. O estudo fez o sequenciamento de 8.121 amostras que foram coletadas entre os dias 2 e 8 de janeiro deste ano.

Monitoramento da variante ômicron mostra que a maioria das contaminações com a cepa está em SP - Instituto Todos pela Saúde/Divulgação - Instituto Todos pela Saúde/Divulgação
Monitoramento da variante ômicron mostra que a maioria das contaminações com a cepa está em SP
Imagem: Instituto Todos pela Saúde/Divulgação

Na comparação com o estudo anterior, com dados de 26 de dezembro a 1º de janeiro, saltou de nove para 18 o número de estados com indicação da presença da nova cepa. Já nos municípios brasileiros, o aumento foi de 80 para 191. Entre a última semana de 2021 e a primeira de 2022, a positividade para o novo coronavírus nos testes RT-PCR foi de 13,7% para 39,5%.

Essa foi a quarta vez que o levantamento foi realizado. Nas versões anteriores, a prevalência da ômicron foi de 9% no estudo divulgado em 21 de dezembro, 31,7% em 29 de dezembro e 92,6% em 6 de janeiro.

Comparação entre levantamentos semanais aponta aumento na predominância da ômicron - Instituto Todos pela Saúde/Divulgação - Instituto Todos pela Saúde/Divulgação
Comparação entre levantamentos semanais aponta aumento na predominância da ômicron
Imagem: Instituto Todos pela Saúde/Divulgação

Segundo o imunologista Jorge Kalil, diretor-presidente do ITpS, o número serve de alerta tanto para o poder público quanto para a população que ainda não é o momento de abandonar as máscaras, como chegou a ser cogitado por autoridades, e não é adequado fazer planos para festas de carnaval.

"A experiência internacional com essa variante mostra que a doença se apresenta mais branda entre os vacinados, tendo os não vacinados 15 vezes mais possibilidade de forma grave e morte", afirma Kalil.

No total, os três laboratórios realizaram de 1° de dezembro de 2021 a 8 de janeiro de 2022 um total de 58.304 testes em 478 municípios de 24 estados e do Distrito Federal.

Coronavírus