PUBLICIDADE
Topo

Saúde

94% dos municípios têm alta de casos de gripe e 83%, aumento de covid

A pesquisa conferiu também os estoques de testes para detectar o coronavírus - iStock
A pesquisa conferiu também os estoques de testes para detectar o coronavírus Imagem: iStock

Do UOL, em Brasília

14/01/2022 15h29

Uma pesquisa da CNM (Confederação Nacional de Municípios) com mais de 2 mil municípios demonstrou que 93,9% deles apontaram uma alta nos casos de gripe em hospitais e postos de saúde, enquanto 83,1% notificaram aumento de pacientes infectados pela covid-19.

O estudo foi feito entre os dias 10 e 13 de janeiro e conferiu também os estoques de exames para detectar o coronavírus: 80,1% dos gestores disseram ter testes para usar e 18,1% afirmaram que estão sem.

Sobre o apoio do governo federal para abastecer os municípios com os testes, 51,8% falaram que não tiveram apoio e 40,6% disseram ter recebido ajuda.

O aumento alarmante de casos se deve a novas cepas do coronavírus, com a ômicron, e da gripe, com a H3N2. Alguns estados brasileiros notificaram pacientes que contraíram as duas doenças ao mesmo tempo.

Segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a melhor maneira de reduzir a pressão no sistema de saúde é colaborar com municípios e estados para incentivar a vacinação com segunda e terceira doses.

Além do imunizante, é recomendado que as pessoas pratiquem isolamento social, invistam em máscaras de boa cobertura, como a PFF2, e sigam com a boa higienização das mãos.

Assim, a pesquisa da CNM também verificou como andam essas orientações nos municípios. Em 97,7%, a máscara de proteção facial segue como obrigatória e 16,8% de prefeituras publicaram alguma medida restritiva para conter o contágio.

Saúde