PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Prefeitura de SP anuncia vacinação exclusiva de crianças nos postos amanhã

Preparação dos lotes de CoronaVac enviados aos municípios paulistas, após liberação da Anvisa  - Divulgação/Governo de São Paulo
Preparação dos lotes de CoronaVac enviados aos municípios paulistas, após liberação da Anvisa Imagem: Divulgação/Governo de São Paulo

Ana Paula Bimbati e Leonardo Martins

Do UOL, em São Paulo

21/01/2022 17h01Atualizada em 21/01/2022 19h49

Postos de saúde da cidade de São Paulo vão vacinar contra covid-19, amanhã (22), exclusivamente crianças com idade a partir de 5 anos —com e sem comorbidades. O objetivo é acelerar a imunização do público infantil.

Segundo a prefeitura, 469 UBSs (unidades básicas de saúde) estarão em operação para aplicar a primeira dose nas crianças de 5 a 11 anos. A CoronaVac, liberada ontem (20) pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), será aplicada para os maiores de 6 anos.

"Cabe salientar que o público de 5 anos de idade será vacinado com a Pfizer pediátrica, assim como as crianças de 5 a 11 anos com imunossupressão", afirma a Secretaria Municipal da Saúde.

Inicialmente, o Instituto Butantan, responsável por produzir a CoronaVac no Brasil, havia solicitado a liberação do uso da vacina em crianças a partir de 3 anos. Ao UOL News, o diretor do instituto, Dimas Covas, disse que a CoronaVac não foi aprovada para menores de 6 anos por falta de dados vindos do Chile.

"Os dados ainda estão sendo gerados", afirmou. De acordo com ele, a segurança da CoronaVac para a faixa etária, porém, já é garantida, e apenas resta saber sobre a eficiência do imunizante.

A cidade de São Paulo informou ter recebido um lote com 801.560 doses da CoronaVac no fim da tarde de ontem. As UBSs estão recebendo o imunizante hoje (21) para se prepararem para campanha de sábado.

No domingo, segundo a prefeitura, a vacinação de quem tem mais de 12 anos volta a ser feita nos postos de saúde e farmácias parceiras.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, a distribuição do imunizante para os mais de 600 municípios começou ontem. Questionada pela reportagem, a pasta não informou quais cidades já haviam recebido as doses.

7 milhões de doses

Mais cedo, o Instituto Butantan disse que o Ministério da Saúde manifestou interesse em adquirir as 7 milhões de doses da CoronaVac. O acordo de vendas com o governo federal ainda não foi fechado.

Segundo o Butantan, o instituto possuía ontem mais de 10 milhões de doses da CoronaVac disponíveis. Destas, 4 milhões ficaram com o estado de São Paulo, outras 4 milhões chegariam na semana seguinte e 7 milhões aguardavam interesse da pasta.

Logo após a aprovação da CoronaVac para crianças e adolescentes, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que ainda aguardava o "inteiro da decisão" do órgão e a publicação no Diário Oficial da União antes de incluir a vacina nos planos da pasta.

Saiba como vai ser a vacinação nos próximos dias na capital paulista

No sábado, as UBSs vão funcionar das 8h até 17h, já as AMAs integradas até 19h. Para que a criança receba a primeira dose, deve estar acompanhada de um responsável com mais de 18 anos.

É obrigatório apresentar um documento de identificação, comprovante de residência e carteirinha de vacinação.

Sábado, 22 de janeiro - Vacinação exclusiva às crianças de 5 a 11 anos

469 UBSs: 8h às 17h

AMAs/UBSs Integradas: 8h às 19h

Domingo, 23 de janeiro - Vacinação para pessoas com mais de 12 anos

Farmácias parceiras na avenida Paulista (nº 2.371 e 266): 8h às 16h, vacinação de primeira e segunda doses, além do reforço

Parques abaixo listados: 8h às 17h

Centro: Parque Buenos Aires

Sul: Parque do Guarapiranga

Leste: Parque do Carmo

Oeste: Parque Villa-Lobos

Sudeste: Parque da Independência

Norte: Parque da Juventude

A partir de 24 de janeiro

Drive-thrus e megapostos: 8h às 17h

UBSs e AMAs/UBSs Integradas: 7h às 19h

Vacinação pediátrica em todas as 469 UBSs da capital

Saúde