PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
1 mês

Covid: Prefeitura de SP pede aprovação para aplicar 3ª dose em adolescentes

A solicitação do município é motivada pelo aumento de testes rápidos positivos - Capuski/Getty Images/iStockphoto
A solicitação do município é motivada pelo aumento de testes rápidos positivos Imagem: Capuski/Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

25/05/2022 15h58

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, enviou um ofício ao Ministério da Saúde pedindo autorização para aplicar a dose de reforço, ou terceira dose, contra a covid-19 em todos os adolescentes de 12 a 17 anos, independente de comorbidades.

Além disso, a Prefeitura busca liberação da quarta dose para profissionais de saúde entre 50 e 59 anos na capital paulista e reforçou, em nota ao UOL, que a Secretaria Municipal "está preparada com vacinas e insumos" e aguarda apenas o parecer do Ministério.

A solicitação do município é motivada pelo aumento de testes rápidos positivos, que, segundo a Prefeitura, demonstrou aumento de 12,7% na semana de 15 a 21 de abril.

O UOL tenta contato com o Ministério da Saúde para verificar se há previsão de acatar ou rejeitar o pedido e irá atualizar caso haja resposta.

Atualmente, os adolescentes podem ser vacinados com dois imunizantes: o da Pfizer e o CoronaVac, fabricado pelo Instituto Butantan.

Ontem, o Brasil alcançou a marca de 165,5 milhões de pessoas que completaram a vacinação contra a covid-19. Até o momento, 165.508.811 habitantes foram imunizados com a segunda dose ou com a dose única, o correspondente a 77,04% da população do país.

Também ontem, o país registrou 228 mortes pela covid-19 em 24 horas. Com isso, a média móvel de óbitos segue em estabilidade, e ficou abaixo de 100 pelo segundo dia consecutivo, em 97. O levantamento de mortes e vacinação é do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte.

Saúde