Atentado mata 32 membros das forças do governo de união na Líbia

Em Trípoli

Pelo menos 32 homens das forças do governo líbio de união nacional (GNA) morreram, nesta quarta-feira, em um atentado com carro-bomba e em combates com o grupo Estado Islâmico (EI) - segundo boletim divulgado pelo GNA.

"O número se ampliou para 32 mártires caídos hoje, e 50 feridos", informou no Facebook e no Twitter a assessoria de imprensa das forças do GNA.

Segundo a página do Facebook do GNA, a explosão do carro-bomba aconteceu em Buairat el-Hassun, cerca de 60 km de Sirte, bastião do EI na Líbia.

Os efetivos do GNA disseram ter recuperado o controle dessa localidade, nesta quarta, depois de forçarem ontem os combatentes do EI a se retirar de Abu Grein, alguns quilômetros mais a oeste. Foi lá que os combates aconteceram, segundo o GNA.

As forças do governo de unidade e as do segundo governo, baseado no leste do país, e fiéis ao general Khalifa Haftar disputam quem será o primeiro a lançar uma ofensiva que consiga expulsar o EI de Sirte. A comunidade internacional vê essa rivalidade com preocupação, alegando que põe em risco os esforços contra os extremistas na Líbia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos