Oficial polonês é condenado por espionagem para Moscou

Varsóvia, 30 Mai 2016 (AFP) - Um tenente-coronel das Forças Armadas polonesas foi condenado a seis anos de prisão por espionagem para a Rússia, anunciou nesta segunda-feira o Tribunal Militar Regional de Varsóvia.

O veredicto contra o militar Zbigniew J., preso em outubro de 2014, foi anunciado no mês passado, mas o julgamento foi realizado de maneira secreta e o tribunal só o tornou público após ser revelado por uma rádio privada.

De acordo com o porta-voz do tribunal citado pela agência PAP, a extensão relativamente limitada da pena se deve ao fato de que o acusado expressou seu desejo de cumprir pena. Ele enfrentava até 15 anos de prisão.

O oficial tinha trabalhado para o Departamento de Defesa, o Departamento de Educação e Promoção.

Seus advogados anunciaram a sua intenção de recorrer da decisão.

No momento da sua detenção, as autoridades judiciais anunciaram a prisão de um civil, um advogado com dupla nacionalidade polonesa e russa, suspeito de espionagem também em benefício da inteligência militar russa GRU.

O julgamento do suspeito, pelo Tribunal Regional de Varsóvia, ainda não começou.

Os dois casos estão ligados, mas os dois não teriam trabalhado em conjunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos