Autor de assassinatos na França prometeu transformar a Eurocopa em 'cemitério'

Em Paris

O homem que esfaqueou e matou um policial francês e sua companheira antes de ser abatido prometeu, em um post no Facebook, transformar a Eurocopa em um "cemitério", informou nesta terça-feira (14) um jornalista que viu o vídeo divulgado.

"Vamos converter a Eurocopa em um cemitério", afirmou Larossi Abballa no vídeo assistido por David Thomson, jornalista da rádio RFI.

Segundo a fonte, a gravação teria sido recebido 98 visualizações antes de ser retirada 11 horas após sua publicação.

Segundo Thomson, o homem, fichado por radicalização islamita, postou o vídeo ao vivo no Facebook poucos minutos depois dos assassinatos.

Segundo o ministério público de Paris informou anteriormente, o extremista jurou lealdade ao chefe do grupo Estado Islâmico (EI) há três semanas e tinha em seu poder uma lista de possíveis alvos de um ataque, segundo o promotor público de Paris.

Durante as negociações com os policiais, o extremista informou ser muçulmano praticante e que há três semanas jurou lealdade ao comandante do EI, Abu Bakr al-Baghdadi.

A polícia também encontrou na residência do extremista uma lista de objetivos, com nomes de personalidades, policiais e rappers.

Também foram achados telefones celulares, facas e uma faca ensanguentada sobre uma mesa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos