Atirador de Dallas era reservista do exército e veterano do Afeganistão

Washington, 8 Jul 2016 (AFP) - Micah Xavier Johnson, apontado como o autor do tiroteio em Dallas que matou cinco policiais e feriu outras nove pessoas, era reservista do exército e combateu no Afeganistão, informou o Pentágono.

Johnson, um afro-americano de 25 anos, serviu no Afeganistão entre novembro de 2013 e julho de 2014, informou o exército americano.

No Afeganistão, Johnson era soldado, mas também realizava trabalhos de alvenaria e carpintaria, segundo informou uma porta-voz do Pentágono, Cynthia Smith.

O jovem vivia em Mesquite, um subúrbio de Dallas, e de acordo com relatos da imprensa não tinha ficha na polícia.

Uma manifestação contra a violência policial contra os cidadãos negros transformou-se na quinta-feira à noite em um caótico banho de sangue no centro de Dallas, degenerando em um tiroteio violento que sacudiu o país.

A polícia conseguiu encurralar Johnson em um edifício e tentou negociar sua rendição. Nessa negociação, o jovem disse que não pertencia a nenhuma organização e que só queria matar policiais brancos.

Ele também afirmou ter instalado explosivos em todo o centro de Dallas, embora nenhuma bomba tenha sido encontrada.

Johnson foi morto depois que a polícia usou uma bomba-robô no local onde ele estava escondido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos