EI reivindica ataque contra mausoléu xiita no Iraque

Bagdá, 8 Jul 2016 (AFP) - O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta sexta-feira o ataque que deixou ao menos 30 mortos contra um mausoléu xiita em uma cidade ao norte de Bagdá, informou a agência Amaq, vinculada ao EI.

Segundo a Amaq, suicidas da organização extremista atacaram o mausoléu Sayid Mohamed, na cidade de Balad, de maioria xiita, 70 km ao norte da capital iraquiana, e depois enfrentaram as forças de segurança durante várias horas antes de detonar seus explosivos.

Este ataque ocorreu cinco dias depois de um atentado com um micro-ônibus bomba em Bagdá que deixou cerca de 300 mortos, um dos mais mortíferos do Iraque desde a invasão americana em 2003.

bur-wd/bpe/tp/es.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos