ONU prolonga mandato de capacetes azuis na República Centro-Africana

Nações Unidas, Estados Unidos, 26 Jul 2016 (AFP) - O Conselho de Segurança da ONU prolongou, nesta terça-feira (26), o mandato dos capacetes azuis na República Centro-Africana, embora tenha o adaptado para levar em conta a eleição do novo presidente Faustin-Archange Touadéra.

Ao aprovar por unanimidade uma resolução proposta pela França, o Conselho prolongou o mandato da Minusca (Missão das Nações Unidas na República Centro-Africana) até 15 de novembro de 2017.

A Minusca manterá o mesmo número de oficiais, cerca de 13.000, entre soldados e policiais, embora o Conselho de Segurança tenha reservado a possibilidade de modificar este número a qualquer momento.

A decisão do Conselho de Segurança ocorre no momento em que a França anunciou a próxima conclusão de sua mobilização neste país africano, que levou a reduzir suas tropas na República Centro-Africana a somente 350 oficiais, um número que chegou a ser 2.500 no momento mais grave da crise.

A França interveio em dezembro de 2013 na República Centro-Africana, uma de suas antigas colônias, mergulhada no caos e em combates entre comunidades.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos