Polícia procura atirador do shopping em Washington que deixou 5 mortos

Da AFP

Em Los Angeles

  • Patrulha do Estado de Washington

    Cartaz fornecido pela Patrulha do Estado de Washington mostra suspeito do tiroteio no Cascade Mall, em Burlington, Washington, na sexta-feira (23)

    Cartaz fornecido pela Patrulha do Estado de Washington mostra suspeito do tiroteio no Cascade Mall, em Burlington, Washington, na sexta-feira (23)

A polícia prosseguia procurando o atirador que matou cinco pessoas durante um ataque em um shopping no estado de Washington.

O suspeito invadiu o shopping na noite de sexta-feira e abriu fogo com um fuzil numa seção da loja de departamentos Macy's, segundo informações da polícia.

O FBI de Seattle declarou não haver evidências de que foi um ato terrorista.

Quatro mulheres morreram na hora e um homem foi levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

O porta-voz da Polícia Estadual, sargento Mark Francis, descreveu o suspeito pelo tiroteio no shopping Cascade Mall, em Burlington, como um "hispânico vestido de cinza".

A polícia, que está analisando as gravações das câmeras de segurança do shopping mostrando o suspeito carregando um fuzil, divulgou capturas dessas imagens para contar com a colaboração do público para identificá-lo.

"Eu não sei qual a motivação para fazer isso", declarou Chris Cammock, chefe de polícia da maioir cidade de Mount Vernon, falando à imprensa. "Mas certamente vamos fazer de tudo para descobrir".

O prefeito de Burlington, Steve Sexton, visivelmente abalado, destacou que a violência causada pelas armas de fogo - cerca de 30.000 mortes por ano - havia chegado a sua pequena cidade.

"Isso é um ato sem o menor sentido, o mundo batendo a nossa porta. Chegou a nossa pequena comunidade", lamentou Sexton.

O shopping Cascade Mall foi evacuado assim que a polícia recebeu o alerta e os serviços de emergência chegaram ao local para socorrer os feridos "sob escolta", após a polícia se certificar de que não havia mais risco.

Após o ataque, o suspeito foi visto caminhando em direção à estrada interestadual, pouco antes da chegada da polícia, declarou a polícia, acrescentando que ele está sendo "procurado ativamente" em uma vasta operação de captura.

As autoridades também pediram que a população "permaneça em casa e informe qualquer coisa que pareça suspeita".

Burlington é uma cidade situada 110 km ao norte de Seattle, próxima à fronteira com o Canadá.

- "Um tiro atrás do outro" -Testemunhas revelaram à rádio local KOMO News que o homem entrou caminhando no shopping e abriu fogo.

"Ouvi um disparo e depois fiquei parado um pouco, e vi duas ou três pessoas que começaram a sair correndo, gritando 'armas' e depois ouvi um disparo e depois outro", contou Armando Patino, que trabalha numa loja de celulares.

"Voltei correndo para a loja. Algumas pessoas não sabiam para onde ir e as fiz entrar na loja", acrescentou. "Nós fugimos para os fundos, onde há uma porta e ficamos lá até que nos disseram para abandonar o lugar", contou ainda.

Várias agências policiais e cães treinados procuram pelo suspeito.

O escritório do FBI de Seattle disse que está colaborando com as autoridades locais e enviou reforços.

"No momento, #FBI não tem informações para falar de outros ataques planejados no Estado de Washington", afirmou em sua conta no Twitter.

A revista do shopping levou horas e sua direção informou que permanecerá fechado neste sábado em memória das vítimas.

"Estamos muito entristecidos com os trágicos fatos deste noite. Nossas orações e condolências para as vítimas e suas famílias", informou o centro comercial em uma mensagem no Facebook.

Este é mais um novo incidente de violência envolvendo armas de fogo nos Estados Unidos, alimentando um crescente debate sobre o controle de armas de fogos, um dos temas mais delicados da campanha das eleições presidenciais de 8 de novembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos