Irmã de extremista é presa na Bélgica por atividades terroristas

Bruxelas, 26 Set 2016 (AFP) - A irmã de um homem morto durante uma operação da polícia belga contra uma célula extremista em janeiro de 2015 foi detida e acusada de "participação em atividades de um grupo terrrorista", indicou a procuradoria belga.

Chaima Amghar, 20 anos e oriunda do bairro de Molenbeek, foi acusada também de "tentar abandonar o território para cometer infrações com carácter terrorista em zonas de conflito" e por "difundir mensagens comprometedoras em redes sociais",. acrescentou a justiça.

A suspeita é a irmã de Sofian Amghar, que morreu junto a outro jihadista durante uma operação da polícia em 15 de janeiro de 2015. Os agentes tentavam desmantelar uma célula considerada um esboço dos comandos que realizaram atentados em Paris em 13 de novembro, cujo chefe era Abdelhamid Abaaoud.

siu-tjc/eg/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos