Prêmio Nobel birmanesa volta doente de sua visita aos EUA

Yangon, 26 Set 2016 (AFP) - A líder birmanesa e Prêmio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi, de 71 anos, teve de suspender nesta segunda-feira suas atividades oficiais durante vários dias ao voltar de sua viagem aos Estados Unidos em um estado fraco e dores de estômago.

"Ela se sente fraca, não pôde descansar muito durante esta viagem", que a levou ao Reino Unido e aos Estados Unidos, anunciou seus assessores no Facebook.

"Ela tem dores de estômago devido ao fato de que não pôde se alimentar com regularidade durante a viagem", acrescenta o comunicado, assegurando que "seu estado de saúde não é preocupante e que ela tem apenas de descansar durante algum tempo".

O governo, dirigido de fato por Aung San Suu Kyi, que também tem cargo de ministra das Relações Exteriores, não deu mais detalhes sobre a suspensão de suas atividades.

A administração birmanesa não costuma difundir muitas informações, principalmente quando se trata da saúde de Suu Kyi, símbolo da luta conta a junta militar que governo o país e a manteve em prisão domiciliar durante mais de 15 anos.

zaw-dth/tib/at/es.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos