Sobe para 202 número de mortos em naufrágio no Egito

Cairo, 27 Set 2016 (AFP) - As autoridades egípcias conseguiram virar nesta terça-feira (27) a embarcação que transportava centenas de imigrantes e que naufragou na semana passada frente à costa de Rosetta, o que elevou o número de mortos para 202.

"O balanço de mortos no naufrágio do barco de imigrantes no litoral de Rosetta subiu para 202", anunciou o Ministério egípcio da Saúde, em um comunicado, acrescentando que hoje foram recuperados os corpos de 33 pessoas.

"O barco está sendo rebocado para terra", disse à AFP Wahdan al-Sayed, porta-voz da província de Beheira.

Segundo os testemunhos de sobreviventes, havia na embarcação cerca de 450 pessoas no momento do naufrágio.

Mais cedo, as autoridades informaram que conseguiram virar a embarcação e que os socorristas tiveram acesso à câmara fria. Segundo os ocupantes, ela continha centenas de pessoas.

Depois do naufrágio, pelo menos 163 passageiros foram resgatados com vida. A maioria é egípcia, mas entre os sobreviventes também há sudaneses, eritreus, sírios e um etíope, de acordo com a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), a saída de barcos de imigrantes do Egito representa 10% do fluxo de pessoas que tentam chegar à costa europeia. Essas viagens são realizadas, frequentemente, em condições muito precárias.

Mais de 300.000 imigrantes atravessaram o Mediterrâneo este ano rumo à Europa, e cerca de 3.500 morreram, ou estão desaparecidas, conforme a ONU.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos