ONU critica países por fracasso do plano de retirada na Síria

Nações Unidas, Estados Unidos, 25 Out 2016 (AFP) - A ONU criticou, nesta segunda-feira (24), todas as partes envolvidas no conflito na Síria pelo fracasso de um plano para evacuar os feridos graves e os doentes da sitiada cidade de Aleppo.

Agências de ajuda da ONU, o Crescente Vermelho da Síria, a Cruz Vermelha e outras organizações negociaram durante dias um plano para tentar garantir a saída segura de feridos e doentes de Aleppo, mas a retomada dos combates levou a seu fracasso.

"É profundamente lamentável que pacientes e seus familiares não tenham conseguido ser transferidos", disse o coordenador de ajuda humanitária da ONU, Stephen O'Brien.

"As evacuações foram obstaculizadas por vários fatores, incluindo atrasos na recepção das aprovações necessárias por parte das autoridades de Aleppo Leste", disse.

Grupos armados opositores ao governo de Bashar al-Assad impõem condições para garantir a segurança da operação de evacuação, enquanto Damasco se negou a permitir o fornecimento de assistência médica aos habitantes do leste da cidade, ainda sob controle rebelde, completou O'Brien.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos