Sequestros na Colômbia caíram 92% em 16 anos

Bogotá, 27 dez 2016 (AFP) - Os sequestros na Colômbia se reduziram em 92% desde o ano 2000, uma queda qualificada de "histórica" pelas autoridades, informaram nesta terça-feira fontes oficiais.

Há 16 anos ocorriam mais de 3.400 sequestros de colombianos e estrangeiros por ano no país, enquanto em 2016 foram 188, segundo o diretor da polícia anti-sequestros, general Fernando Murillo, em entrevista à RCN Radio.

Murillo destacou que dos 188 casos registrados este ano, 88% foram atribuídos a criminosos comuns, 1% ao crime organizado e 11% à guerrilha do Exército de Libertação Nacional (ELN, guevarista).

As autoridades não reportaram sequestros por parte das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC, marxistas), principal grupo rebelde do país e que firmou no final de novembro um acordo de paz com o governo.

O ELN e o governo mantêm desde janeiro de 2014 conversações preliminares de paz, que foram suspensas em outubro passado pelo presidente Juan Manuel Santos até que o grupo rebelde liberte um ex-congressista em seu poder.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos