Polícia mata três pessoas após atentado em Xinjiang

Pequim, 29 dez 2016 (AFP) - As forças de segurança chinesas mataram três pessoas na quarta-feira em Xinjiang após um ataque contra uma sede do Partido Comunista nesta região muçulmana do noroeste da China, informou a imprensa estatal.

Os três criminosos lançaram veículos contra um edifício do Partido Comunista da China no distrito de Moyu e "detonaram um artefato explosivo", matando duas pessoas e ferindo outras três, indicou a agência de notícias Xinhua (Nova China), citando autoridades locais.

Após este "atentado terrorista", os três criminosos foram "abatidos pela polícia", acrescentou a agência.

Xinjiang é uma grande região semideserta habitada majoritariamente pelos uigures, uma etnia em grande parte muçulmana que fala uigur.

A região é palco de violência recorrente entre os han, a etnia majoritária na China, e os uigures, que se consideram perseguidos pelas autoridades e vítimas de repressão religiosa e cultural.

amu-amj/ser/rb/jug/cr.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos