Premiê sueco surpreso com declarações de Trump

Estocolmo, 20 Fev 2017 (AFP) - O primero-ministro sueco Stefan Löfven mostrou-se surpreso nesta segunda-feira com as declarações do presidente americano Donald Trump que relacionou a chegada em massa de migrantes com um suposto episódio de violência no país escandinavo.

"Surpreenderam-me, acho que como a muitos outros, os comentários feitos sobre a Suécia neste fim de semana", declarou Löfven durante uma coletiva de imprensa em Estocolmo com o governador-geral do Canadá, David Johnston.

"Temos oportunidades, temos desafios, trabalhamos por isso todos os dias. Mas acho que todos devemos assumir nossa responsabilidade de utilizar os fatos corretamente, e verificar qualquer informação que difundirmos", afirmou ainda.

Ao discursar a simpatizantes na Flórida no sábado, Trump se referiu a um incidente terrorista no país escandinavo.

"Vejam o que está acontecendo na Alemanha, o que aconteceu ontem à noite na Suécia. A Suécia, quem iria acreditar? Suécia. Eles receberam muitos. Estão tendo muitos problemas que jamais imaginaram", afirmou no discurso, no qual defendeu seu decreto para impedir a entrada de refugiados e cidadãos de sete países muçulmanos, que foi suspenso pela justiça.

Ele também mencionou Bruxelas, Nice e Paris, cidades que foram vítimas de ataques terroristas.

Várias horas depois, Trump tentou se explicar em mensagem no Twitter. "Minha declaração sobre o que passou na Suécia era em referência a uma história na @FoxNews sobre imigrantes e suecos", afirmou.

O presidente publicou a mensagem depois que o ministério das Relações Exteriores da Suécia informou em Estocolmo que a embaixada do país em Washington havia pedido explicações.

"Contatamos o (Departamento de Estado) americano para entender e receber esclarecimentos", disse à AFP a adida de imprensa ministerial Catarina Axelsson.

O ex-primeiro-ministro sueco Carl Bildt chegou a perguntar também no Twitter: "Ataque terrorista? O que você fumou? Muitas perguntas".

hh/gab/glr/gm/eg

TWITTER

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos