Mexicano se suicida de ponte na fronteira, após ser deportado dos EUA

Tijuana, México, 22 Fev 2017 (AFP) - Minutos depois de ser deportado dos Estados Unidos, um mexicano se suicidou nesta terça-feira (21), pulando de uma ponte a poucos metros da fronteira - informaram as autoridades que encontraram seu corpo junto com uma sacola plástica, na qual estavam seus pertences.

Deportado para a cidade mexicana de Tijuana às 8h20 locais, o homem "se jogou de uma ponte de passagem de veículos", explicou o secretário municipal de Segurança Pública, Marco Antonio Sotomayor.

Segundo os documentos encontrados, trata-se de Guadalupe Olivas Valencia, de 44 anos, nativo do violento estado de Sinaloa, no noroeste do México.

As testemunhas da tragédia "observaram a vítima angustiada, após ser deportado para uma cidade, onde não conhecia ninguém", disse à AFP um bombeiro que pediu para não ser identificado.

Um funcionário que acompanhou o caso contou que foi a terceira vez que Valencia foi deportado.

As autoridades foram ao local, depois de receberem uma chamada de emergência de um motorista, que os alertou da presença de um homem que olhava para o vazio, na ponte, a uma distância de menos de 20 metros da fronteira com os Estados Unidos.

Quando os agentes chegaram, às 9h locais, Guadalupe Valencio já havia pulado de uma altura de cerca de dez metros, relatou o subdiretor do Corpo de Bombeiros, José Luis Jiménez.

Nesta terça, o governo de Donald Trump anunciou novas diretrizes que expandem o alcance das deportações dos mais de 11 milhões de imigrantes em situação ilegal que vivem nos EUA. A maioria é mexicana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos