Correa aceita segundo turno no Equador

Quito, 22 Fev 2017 (AFP) - O presidente equatoriano em fim de mandato, Rafael Correa, assegurou nesta quarta-feira que o candidato oficialista Lenín Moreno ficou "a meio ponto" de vencer a eleição presidencial no primeiro turno e assegurou que "vencerá" no segundo.

"Ficamos a meio ponto de vencer em um único turno", disse Correa em um encontro com a imprensa estrangeira no palácio do governo em Quito.

"Tudo indica que vamos vencer no segundo turno. Na verdade, em todos os cenários o candidato mais fácil de derrotar é Guillermo Lasso", acrescentou.

Com 98,58% das urnas apuradas, o socialista Moreno obtém 39,33% dos válidos contra 28,18% de Lasso, um ex-banqueiro de direita e principal líder da oposição.

Para evitar um segundo turno, marcado para 2 de abril, Moreno precisaria de 40% dos votos e uma diferença de pelo menos dez pontos sobre o segundo colocado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos