Ataque a base afegã deixou 144 mortos (funcionário dos EUA)

Washington, 25 Abr 2017 (AFP) - O balanço do ataque talibã da semana passada a uma base militar do Afeganistão é de 144 mortos, informou um alto funcionário da Defesa americano à AFP nesta terça-feira.

O número exato de mortos no ataque não está claro e os funcionários afegãos ignoram os apelos para especificar o cômputo de que haveria mais de cem soldados mortos ou feridos.

O funcionário americano, que falou sob a condição de manter sua identidade preservada, disse que além dos 144 mortos havia 60 agentes das forças de segurança feridos.

O ataque ocorreu na sexta-feira em uma base do exército afegão nos arredores da cidade de Mazar-e-Sharif, no norte do país, e é considerado um dos ataques talibãs mais mortais contra uma instalação militar.

Dez homens uniformizados e fortemente armados entraram na base do exército em tanques e abriram fogo contra os soldados da base, reunidos na mesquita e no refeitório.

"A razão pela qual foi possível matar tantas pessoas é que não se pode levar armas nem na mesquita, nem no refeitório, e havia um grande número de pessoas em um espaço reduzido", explicou o funcionário.

"Acreditamos que foi uma operação muito bem planejada, que teria exigido entre quatro e seis meses de planejamento", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos