Turquia suspende mais de 9 mil policiais por supostos vínculos com líder opositor (oficial)

Istambul, 26 Abr 2017 (AFP) - A polícia da Turquia anunciou nesta quarta-feira a suspensão de mais de 9.100 agentes por seus supostos vínculos com o clérigo islamita Fetullah Gülen, a quem o governo turco acusa de fomentar o golpe de Estado frustrado de 15 de julho.

Os 9.103 agentes foram suspensos por motivos de segurança nacional, anunciou a polícia em um comunicado publicado em sua página na internet. Horas antes, as autoridades tinham detido mais de mil pessoas em uma operação contra supostos integrantes do movimento de Gülen, que vive exilado nos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos