PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Vice-presidente dos EUA diz que Venezuela coloca região em risco

23/08/2017 21h23

Miami, 24 Ago 2017 (AFP) - O colapso da Venezuela coloca em risco o Hemisfério Ocidental porque propicia o narcotráfico e a imigração ilegal, advertiu nesta quarta-feira o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, em um discurso para a comunidade venezuelana em Miami.

"Como diz o presidente (Donald) Trump, uma Venezuela estável e pacífica é do interesse de todo o hemisfério", declarou Pence para cerca de 600 pessoas reunidas em uma igreja católica em Doral, bastião do exílio venezuelano em Miami.

Para o vice-presidente, "o colapso da Venezuela afetará a todos, trará mais narcotráfico e os assassinatos consequentes, e mais imigração ilegal", um fenômeno contra o qual Trump prometeu linha dura.

"O colapso da Venezuela colocará em risco todos os que consideram o Hemisfério Ocidental nossa casa. Não permitiremos que isto aconteça. Todos vivemos na mesma vizinhança", declarou Pence, em meio aos gritos de "Liberdade" na igreja.

Pence regressou na semana passada de uma viagem a Colômbia, Argentina, Chile e Panamá, dominada pelo tema venezuelano.

Em Miami, o vice dos EUA prometeu "continuar trabalhando com os parceiros da região" para exigir a libertação de opositores presos na Venezuela e o respeito aos direitos humanos, e não aventou a possibilidade de uma ação militar, um fantasma evocado por Trump.

"Trabalhando com nossos aliados latino-americanos, os Estados Unidos enfrentarão e derrotarão todos os que se atrevam a ameaçar nosso bem-estar".

Mergulhada em uma grave escassez de alimentos e medicamentos, a Venezuela enfrenta uma onda de protestos que já deixou 125 mortos entre abril e julho.

No início de agosto, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, emplacou uma Assembleia Constituinte considerada por vários países como um passo para a "ditadura".

Internacional