PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Aliança apoiada pelos EUA na Síria acusa Rússia de bombardear uma de suas posições

25/09/2017 07h45

Beirute, 25 Set 2017 (AFP) - As forças apoiadas pelos Estados Unidos na Síria acusaram nesta segunda-feira a Rússia de ter bombardeado uma central de gás que haviam conquistado dois dias antes na região leste do país.

"A Rússia realizou bombardeios e disparou obuses de morteiro contra a central de gás Conoco, onde há grande quantidade de combatentes, e feriu pelo menos seis deles", afirmou à AFP Lîlwa Abdallah, porta-voz da ofensiva das Forças Democráticas Sírias (FDS) contra o grupo Estado Islâmico (EI) na região.

As FDS, uma aliança árabe-curda apoiada por Washington, expulsou no sábado o EI da central, que antes da guerra era a mais importante do país.

A unidade fica na província de Deir Ezzor (leste), a última província sob controle do EI na Síria, objeto de duas ofensivas separadas, uma das FDS com ajuda americana e a outra do exército sírio, com apoio da Rússia.

Internacional