Governo do Kuwait renuncia após moção de censura

Cidade do Kuwait, 30 Out 2017 (AFP) - O governo kuwaitiano apresentou sua renúncia ao emir, xeque Sabah al-Ahmad al-Sabah, nesta segunda-feira (30), após uma nova disputa com o Parlamento - anunciou a agência de notícias oficial, Kuna.

O emir aceitou a demissão e pediu ao gabinete dirigido pelo primeiro-ministro, xeque Jaber Mubarak Al-Sabah, que tramite os assuntos correntes.

A renúncia acontece uma semana depois de uma moção de censura contra um membro do governo, apresentada por dez representantes da oposição. Eles criticam irregularidades financeiras e administrativas.

O Kuwait está sujeito a uma instabilidade política há mais de uma década, período marcado por reiteradas dissoluções do Legislativo e por várias eleições antecipadas.

bur-oh/mh/hj/me.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos