PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Estado Islâmico adentra no deserto iraquiano fugindo do governo

24/11/2017 15h04

Bagdá, 24 Nov 2017 (AFP) - Os jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI) adentraram nesta sexta-feira no deserto ocidental do Iraque para fugir da ofensiva lançada pelas forças governamentais, que pretende expulsá-los do país.

De acordo com o serviço de informação das forças paramilitares Hashd al-Shaabi, os jihadistas abandonaram posições próximas a cidades para entrar nas áreas desérticas mais profundas e de difícil acesso.

O Iraque lançou na quinta-feira, em seu deserto ocidental, a última batalha para erradicar o EI, três anos depois que a organização tomou um terço do país e proclamou um "califado" agora em ruínas.

Após o final desta operação, o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, deve anunciar a derrota total no Iraque do grupo ultrarradical sunita que chegou a ameaçar a existência do país.

Por outro lado, o grupo Hashd al-Shaabi indicou que sua oitava brigada havia evacuado famílias que fugiam de sua aldeia, localizada ao sul da cidade de Hatra (Nínive).

Além disso, na mesma área, mataram cinco jihadistas, entre eles um sírio e o outro da Ásia Central. Também tomaram um pequeno aeroporto conhecido como "Genebra", onde descobriram armazéns subterrâneos.

A defesa aérea é assegurada pela aviação iraquiana.

A coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos afirmou em um relatório que não realizou ataques na quinta-feira.

Por sua vez, Hashd anunciou a libertação de 77 povoados e aldeias desde quinta-feira.

Internacional