Tribunal alemão determina que ex-contador de Auschwitz de 96 anos pode ser preso

Berlim, 29 Nov 2017 (AFP) - Oskar Gröning, que foi membro da SS e contador de Auschwitz, de 96 anos, poderá ser detido para cumprir a pena de quatro anos de prisão, apesar de sua idade, decidiu nesta quarta-feira um tribunal alemão.

"Com base na opinião dos especialistas, o tribunal considera que o condenado é apto para cumprir sua pena, apesar de sua idade avançada", afirma um comunicado do tribunal de Celle, dois anos depois da condenação de Gröning.

O veredicto do Tribunal de Apelações de Celle, ao qual o condenado havia apresentado um recurso, coincide com o pedido da Promotoria, que se pronunciou neste sentido em agosto.

O condenado ainda pode apresentar um último recurso, mas de todos os modos a decisão em apelação não pode ser suspensa.

"O Estado tem o dever de proteger a segurança de suas cidadãs e cidadãos. E garantir a confiança no funcionamento das instituições do Estado e a igualdade no tratamento a todas as pessoas declaradas culpadas em procedimentos penais", afirmou o tribunal.

A decisão ressalta, no entanto, que por sua idade avançada, a necessidade de cuidados médicos "pode ser levada em consideração com medidas de precaução apropriadas".

Em 2015, Oskar Gröning foi condenado a quatro anos de prisão por "cumplicidade" no assassinato de 300.000 judeus. Durante o julgamento, ele pediu desculpas e reconheceu uma "falha moral".

Quase 1,1 milhão de pessoas, em sua grande maioria judeus, morreram no campo de concentração de Auschwitz-Birkenau entre 1940 e 1945.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos